5 dicas sobre como promover inclusão na empresa

5 dicas sobre como promover inclusão na empresa

Felizmente, diversidade e inclusão são cada vez mais discutidas no universo corporativo. Percebe-se que as empresas estão mais atentas sobre a importância de respeitar diferenças e também interessadas nas vantagens estratégicas dos times diversos, como ganhos em criatividade, inovação e produtividade. A seguir, preparamos algumas dicas para facilitar a promoção da inclusão no ambiente de trabalho. Nesta frase tbm vamos procurar nos isentar.

1 – Crie um ambiente inclusivo.

Tanto o espaço físico quanto à atmosfera do local de trabalho devem ser adequados com foco em inclusão. Por exemplo, os PcDs demandam espaços atentos às dificuldades de mobilidade e com uma arquitetura acessível. Além dos aspectos físicos relacionados à estrutura, há especificidades como a necessidade de conteúdos em braile ou audiodescritos para pessoas com deficiência visual.

Aliás, vale entender que acessibilidade vai além das deficiências visíveis. Você sabia que o daltonismo é mais comum em homens e que dependendo do espectro há mais dificuldade para visualizar contrastes e compreender sinalizações baseadas em cores? Um ambiente pensado para ser inclusivo considera todos os pontos de contato e relações com o meio. E mais, dá atenção especial à atmosfera, porque inclusão é sobre adaptar-se para receber a diversidade.

2 – Individualize o olhar.

Acima, falamos sobre a importância de pensar o espaço e o todo com foco em inclusão. Partindo do macro para o micro, uma dica valiosa é individualizar o processo inclusivo. , a diversidade da diversidade é gigantesca. Mulheres, negros, lgtbqia+ e PcDs são grupos bastante representativos, mas a verdade é que cada indivíduo tem necessidades próprias. Busque conhecer as capacidades e dificuldades de seus colaboradores para personalizar as políticas e adaptações. Dessa forma, a gestão torna-se mais assertiva e evita que suposições e estereótipos comprometam a inclusão.

3 – Guie o comportamento.

Voltando a questão da atmosfera, todos os colaboradores são responsáveis ao lado da empresa pela criação de um ambiente inclusivo. Para isso, é importante instruir e guiar o comportamento de cada um e de todos. O conhecimento é poderosíssimo para romper preconceitos, incentivar interações e encorajar cooperação. A empresa precisa posicionar-se sobre o que é adequado e o que é inadequado para que a conduta geral seja apropriada. Em resumo, respeito também pode ser aprendido em treinamentos e ações na empresa.

4 – Aplique a inclusão com intenção.

Para promover a inclusão é preciso contratar com foco em diversidade. Afinal, todas as dicas acima só são úteis se a empresa abrir as portas e tiver um time diverso. Polêmicas à parte, especialistas em inclusão indicam recrutamentos e seleções intencionais, ou seja, que desde o início incluam como requisito que a vaga seja preenchida por uma mulher, pessoa negra ou profissional de alguma minoria. Mesmo dando margem para a discussão sobre cotas, esta estratégia é útil para ampliar o time diverso.

5 – Use a tecnologia para gerenciar a inclusão.

Principalmente nas dicas 3 e 4, contar com uma solução de gestão de RH faz diferença para que os processos sejam ágeis e organizados. A tecnologia é uma aliada e tanto para informar e aplicar políticas, assim como para gerenciar os processos de seleção com automação. O módulo Recrutamento e Seleção do Rhevolution – solução de gestão de RH da Techware – permite a reunião das informações de candidatos, critérios de pesquisa e seleção de profissionais de acordo com os requisitos da vaga disponível.