Metodologias ágeis na visão do RH

Metodologias ágeis na visão do RH

O que são metodologias ágeis?

Para entender as metodologias ágeis, vale primeiro saber que elas nasceram como uma alternativa à gestão tradicional de projetos, que define um modelo de atuação em cascata. Ou seja, cada etapa é concluída para que a próxima seja iniciada. Além disso, no modelo tradicional, tudo é planejado e aplicado em respeito ao plano original. Como é possível imaginar, este modelo demandava muito tempo. Em contrapartida, os métodos ágeis, que nasceram no desenvolvimento de softwares, exploram um modelo acelerado e flexível. Portanto, em linhas gerais, as metodologias ágeis são modelos produtivos focados em desenvolvimentos velozes, atendendo às necessidades de negócios cada vez mais impactados pela transformação de negócios.

Algumas características tornam a compreensão dos métodos ágeis em algo mais prático, seguindo a própria linha dos modelos:

  • Processo incremental (contrapondo-se ao processo em cascata).
  • Colaboração do cliente.
  • Adaptabilidade e flexibilidade.
  • Estruturação em sprints (etapas com duração preestabelecida).
  • Diretrizes horizontais e feedback constante.
  • Equipes enxutas, multidisciplinares e com alto nível técnico.

Outra forma de entender as metodologias ágeis é conferindo os modelos mais conhecidos:

  • Scrum: o mais famoso do grupo, Agile Scrum é um método baseado em iteração e com várias cerimônias específicas. 
  • Kanban: método que facilita a visualização das atividades, organizando demandas e entregas de forma simples e rápida.
  • Lean: há quem retire o Lean da lista, por ser uma filosofia produtiva, mas vale a menção. Com origem no Sistema Toyota de Produção, que surgiu no Japão pós-guerra (2ª Guerra Mundial), o foco primordial é eliminar o desperdício. Como diz o nome, um modelo de produção enxuto.

Vantagens das metodologias ágeis e a relação com o RH?

 

Além da óbvia agilidade, os métodos ágeis promovem e incentivam produtividade, melhorias de comunicação, integração, eficiência e muitos benefícios essenciais para o ritmo de mudanças constantes dos negócios atuais. Com foco nas pessoas e em colaboração, são modelos que podem ser aplicados à gestão do RH e que merecem atenção da área. Quando o assunto é a implantação no departamento de Gestão de Pessoas, é importante estudar o método, dominar as dinâmicas e capacitar o time para usá-lo estrategicamente. Quando o assunto é atender aos times ágeis do negócio, o RH também precisa estudar o método, mas aí como foco em oferecer uma estrutura que favoreça seu desenvolvimento. Ou seja, atenção máxima à colaboração e ao engajamento, assim como à atração e à retenção de talentos.