Tecnologia versus pessoas: como a humanidade pode ser um diferencial no avanço tecnológico

Tecnologia versus pessoas: como a humanidade pode ser um diferencial no avanço tecnológico

Como será o futuro: mais tecnológico ou mais humano? 

Há quem pense que o avanço da tecnologia veio para diminuir empregos e substituir pessoas. E nós sabemos que a transformação digital está em todos os lugares. No ambiente corporativo, por exemplo, sistemas operacionais e aplicativos estão sempre surgindo para facilitar trabalhos e otimizar tempo. Mas vamos entender até onde isso é verdade?

Na prática: qual é o papel da tecnologia sem as pessoas?

Um aplicativo inovador é só mais um aplicativo se não tiver usuários para utilizar e compartilhar. Ao mesmo tempo que uma tecnologia instalada na empresa não faz nada se não houver colaboradores utilizando. Pensando dessa forma, a tecnologia deve solucionar problemas, otimizar tempo e oferecer mais qualidade no trabalho, mas não pode substituir criatividade, liderança, gestão, comunicação e muitas outras características essenciais de um profissional no ambiente de trabalho.

Assim, o que podemos ver no dia a dia é uma relação pautada em benefícios, na qual a tecnologia é usada com inteligência para ser capaz de tornar a vida do ser humano ainda melhor.

Valorizar pessoas ou a tecnologia?

É possível notar que uma tecnologia avançada não é mais um diferencial dentro das empresas. Com o avanço das startups e da acessibilidade às novas criações tecnológicas, como isso se tornaria um diferencial? 

Para que empresas se destaquem, é preciso ter uma equipe que saiba utilizar essas tecnologias de forma criativa e inovadora, oferecendo o melhor aos seus clientes e aumentando a produtividade da empresa. Dessa forma, gestores passam a buscar em seus recrutamentos e seleções, candidatos atualizados e preparados para novas mudanças.

Em resumo, se as grandes tecnologias dependem de talentos, é preciso implantar a inovação também na gestão de pessoas, reconhecer talentos, valorizar profissionais e desafiá-los diariamente. O potencial humano é inimaginável. Inclusive, uma forma indiscutível de visualizar isso são as próprias criações tecnológicas. São as pessoas que criam – e inspiram a criação – de algoritmos surpreendentes e soluções revolucionárias. Logo, oferecer um ecossistema que viabilize que as pessoas explorem o melhor de suas atuações é uma tomada de decisão com elevadíssimo potencial de disrupção e inovação.