Por que o feedback em processos de recrutamento é tão importante?

Por que o feedback em processos de recrutamento é tão importante?

Todos que já participaram de uma entrevista de emprego sabe o quão agoniante pode ser a espera por um feedback positivo. Boa parte dos candidatos reclamam da falta de empatia da empresa em não avisá-lo sobre a vaga preenchida prolongando a ansiedade e frustração do candidato.

A melhor forma de evitar essa decepção é dar o feedback mesmo em casos de não contratação. Pode parecer estranho, mas o feedback negativo pode ser bem reconfortante para o candidato. Por isso, separamos algumas dicas para fazer isso da maneira correta.

Dicas para um feedback negativo em uma contratação

  1. Formalize essa informação por e-mail. Os candidatos já estão mais acostumados a receberem uma ligação em caso de aprovação, então o e-mail pode deixá-lo mais preparado para a resposta;
  2. Seja formal, porém amigável. Informe ao candidato que a vaga já foi preenchida e explique, de forma breve, o que motivou a empresa optar por outro profissional naquele momento;
  3. Seja positivo e elogie os pontos fortes do candidato;
  4. Seja breve e claro;
  5. Busque ser otimista, informando que o currículo continuará nos arquivos da empresa caso haja outra vaga;
  6. Retorne assim que possível. Não espere o processo acabar para dar os retornos negativos, assim que já tiver um posicionamento quanto aquele profissional retorne com o feedback.

O candidato ficará agradecido com sua mensagem, mas os benefícios podem ser ainda mais positivos para a própria empresa. Empresas que adotam essas ações costumam ser bem vistas por seus candidatos já que se sentem mais valorizados.