Gestão de pessoas com desempenho ágil

Gestão de pessoas com desempenho ágil

Gerenciar pessoas é um dos maiores desafios encontrados dentro de uma empresa. Afinal, compreender as necessidades pessoais dos empregados, ter uma equipe motivada e, ao mesmo tempo, ágil, garantir eficiência em meio a tantos processos e atividades, e ainda buscar uma gestão mais humanizada não é uma tarefa fácil.

Muitas vezes, mesmo com uma gestão humanizada, os inúmeros processos são complexos e lentos, resultando em funcionários esgotados e desmotivados. Uma gestão ágil depende de estratégias bem elaboradas para potencializar os pontos positivos de cada pessoa e alcançar um desempenho mais eficiente das equipes e dos departamentos, chegando até o cliente.

Como isso é possível? Embora o uso de ferramentas digitais seja uma realidade no mundo corporativo, é preciso buscar por novas metodologias que, adicionadas a essas ferramentas, deixem os processos mais completos e menos complexos.

Gestão Humanizada x Resultados

Ter profissionais qualificados e comprometidos atualmente depende muito de um formato de gestão humanizada para que as competências individuais sejam incorporadas no conjunto. Com um mercado cada vez mais competitivo, é essencial que os gestores busquem pela atuação colaborativa, aberta a diálogos, de valorização profissional e que desafiem seus empregados a buscarem a eficiência através do domínio das suas habilidades técnicas e comportamentais.

Para equilibrar e gestão humanizada com prazos e resultados cada dia mais apertados é necessário utilizar ferramentas que potencialize a gestão. Uma das mais eficazes para isso é o Big Data. O Big Data inclui a coleta e o armazenamento de dados com o objetivo de usá-los para identificar oportunidades de evolução técnico-comportamental, encontrar brechas onde os sistemas atuais não mais atendam às necessidades e até facilitar a criação de novos modelos de negócios.

No RH, o Big Data armazena os dados importantes do setor, assim, quando exigido para decisões estratégias, auxilia o gestor a compreender melhor o rendimento de seus empregados, analisar dados obtidos ao longo do mês e cruzá-los com as metas e os objetivos para definir novos rumos.

Tecnologia x Produtividade

A tecnologia deixou de ser um diferencial e passou a ser commodities para muitos segmentos e até em muitos departamentos. Para o profissional que está à frente da sua carreira em empresas que ditam o rumo do seu setor de atuação, é impossível pensar em tecnologia isoladamente, a inovação e o digital andam juntos daqueles que são referências no mercado.

De fato é simples aumentar a produtividade apenas com o uso da tecnologia?
A resposta será sempre não. Parece audacioso afirmar isso, mas sabemos que adotar uma ou mais tecnologias sem revisar processos, rever cultura e propor novas ações para problemas antigos, é a somatória ideal para o mal aproveitamento dos investimentos tecnológicos.

Não distante, vimos que temos inúmeras soluções de tecnologia para dar suporte ao home office. Adotá-lo sem o devido cuidado com as pessoas, seus ambientes de trabalho (muitas vezes não preparados), distrações naturais de locais impróprios para atividades corporativas, acesso às informações sensíveis da empresa e clientes podem transformar um excelente recurso em algo desagradável e improdutivo.

Para o RH e para o Departamento Pessoal os benefícios são inegáveis. Mas, em alguns casos, a produtividade é severamente comprometida devido a soluções obsoletas, que não evoluíram na velocidade da necessidade da empresa e tão pouco conseguem mostrar-se úteis para um futuro próximo.

Essa é a diferença de contar com um sistema completo que atende remotamente às necessidades dos empregados e executivos no acesso às suas informações e na realização de processos para a melhor performance da gestão de RH, cumprimento de datas limite para aprovação, e que atenda às exigências e à velocidade com que as decisões precisam ser tomadas.

Em síntese, se a tecnologia é capaz de auxiliar na produtividade, ela também é a grande responsável pelo crescimento constante das empresas, quando alinham gestão humanizada e ágil, alcançam resultados mais eficazes e duradouros, mantendo a equipe motivada e comprometida com as metas da empresa.