Quais são os prós e os contras do processo de terceirização de serviços?

Quais são os prós e os contras do processo de terceirização de serviços?

Optar pela terceirização de serviços é uma estratégia cada vez mais adotada por empresas que querem manter o foco no negócio, atuando de maneira mais estratégica e conseguindo melhores resultados em relação à concorrência.

Trata-se de uma manobra inteligente ― cuidar apenas do que é realmente relevante e deixar outros aspectos (também importantes para o funcionamento da corporação) sob responsabilidade de especialistas.

A terceirização, também chamada de Outsourcing, surge como solução para evitar a sobrecarga de trabalho, além de abrir espaço para que outras questões sejam tratadas por pessoas competentes naquela área.

 

O que incentiva a terceirização?

De acordo com levantamento realizado pela Time Doctor, podemos destacar três fatores responsáveis pela aceleração da descentralização de atividades na empresa. São eles:

  • surgimento de novas tecnologias: armazenamento na nuvem, automação de processos e desenvolvimento de softwares são atividades desenvolvidas por empresas especializadas, que oferecem uma excelente prestação de serviços;
  • surgimento de startups: as startups contam com estruturas menores, e precisam terceirizar atividades para que consigam manter o funcionamento;
  • aumento da transparência: o surgimento de empresas menores pressionou o mercado a revelar suas políticas e preços, aumentando a transparência na prestação de serviços e abrindo espaço para melhores parcerias.

 

Essa escolha traz pontos positivos e negativos, que devem ser avaliados antes da decisão final. Destacamos alguns deles.

 

Prós da terceirização

Demandar serviços internos para outras empresas pode representar ganhos consideráveis, que podem impactar na qualidade do trabalho e na otimização do tempo.

 

Produtividade

Ao repassar a execução de determinadas atividades para uma empresa especializada, a tendência é de um aumento na produtividade, além de maior qualidade tanto no serviço interno, quanto terceirizado.

É uma boa alternativa principalmente para quem quer elevar os padrões internos, mas não quer contratar pessoas exclusivamente para esse trabalho.

 

Descentralização

A descentralização de processos é uma forte tendência do RH. Ao mesmo tempo em que a tecnologia cumpre o seu papel nesse aspecto do negócio, automatizando tarefas e liberando funcionários para atividades que exigem o raciocínio humano, a terceirização também faz a sua contribuição.

Algumas práticas podem ser delegadas a outros especialistas que têm conhecimento na atividade. Dessa maneira, os funcionários da empresa podem se dedicar a questões que envolvem informações sensíveis e conhecimentos exclusivos do negócio.

 

Economia de recursos

A terceirização de atividades faz com que a empresa economize em espaço físico, em equipamentos e em salários para a realização da atividade, representando uma economia significativa.

Esses valores podem ser investidos em inovação, ou até mesmo projetos de expansão.

 

Melhora na oferta de contratação

A redução de custos não fica apenas na isenção de impostos para trabalhadores contratados internamente pela empresa. Ao optar pela terceirização, a empresa consegue avaliar diversas propostas e chegar a um equilíbrio entre a qualidade do serviço prestado e o valor pago.

 

Contras da terceirização

Os pontos negativos do outsourcing também devem ser discutidos para que essa decisão seja a melhor possível para a empresa. Seguem os mais importantes.

 

Responsabilidades contratuais

A inclusão de novos trabalhadores no quadro da empresa sempre traz um gasto significativo. Além do salário, calcule os impostos e os direitos previstos pela CLT. A rescisão também impacta em custos altos para a empresa, no entanto, quandoa empresa decide pela contratação de serviço por outro CNPJ, fica totalmente isenta dessas responsabilidades. Rescindir um contrato com uma prestadora de serviços requer menos preocupações, sendo assim um processo bem mais fácil para a organização.

 

Busca pelo parceiro ideal

Nem sempre é possível encontrar o parceiro mais adequado às necessidades da sua empresa na primeira tentativa. É preciso alinhar os padrões, ter o atendimento adequado, um bom custo benefício, entre outros fatores.

Esse processo pode levar tempo, e em alguns casos, submeter a empresa a vários testes antes de encontrar uma empresa capaz de atuar como parceira de negócios.

 

Vulnerabilidade na segurança

A transmissão de informações importantes é essencial para que o trabalho seja bem feito. Isso pode abrir algumas brechas para o vazamento de dados, erro capaz de comprometer seriamente a corporação e provocar consequências graves, como processos jurídicos.

Para que a terceirização funcione, é essencial que haja cuidado redobrado quanto à proteção dessas informações.

 

Como acompanhar os resultados?

A terceirização deve ocorrer com o apoio de um termo de compromisso entre as empresas, para que haja alinhamento entre o serviço prestado e os interesses do contratante. Essas cláusulas são indicadas em um contrato conhecido como SLA ―  Service Level Agreement. O documento traz a formalização do acordo entre as duas empresas e os resultados que serão entregues, ou como o serviço será prestado.

Também é importante adotar métricas de avaliação ― as KPIs ― para que o acompanhamento dos resultados seja mais preciso, e assim a organização possa avaliar se a terceirização está realmente trazendo o retorno esperado.

 

Conheça o BPO da Techware e descubra a autonomia na organização e gestão dos processos internos.

Nosso Business Process Outsourcing alia a experiência de 28 anos de software para Folha de Pagamento com a inovação de processos e ferramentas, terceirizando diversos processos administrativos, abrindo espaço na sua agenda para questões estratégicas do seu negócio.

Se você quer saber mais sobre essa solução, acompanhe as nossas publicações ou fale com nossos consultores.