Fit Cultural: estabeleça uma análise mais assertiva de candidatos

Fit Cultural: estabeleça uma análise mais assertiva de candidatos

O recrutamento e a seleção são cruciais para encontrar novos talentos, formar uma equipe comprometida e, com isso, aumentar o desempenho da empresa. A escolha de um novo empregado deve ir além da sua formação, conhecimento e habilidades técnicas. O profissional tem que ter valores iguais ou muito próximos aos que a empresa acredita.

 Neste artigo você encontrará dicas de como encontrar o “perfil ideal” para sua empresa e otimizar as relações de trabalho por meio do Fit Cultural. 

O que é Fit Cultural de candidatos

O Fit Cultural diz respeito à conexão que envolve os princípios de um profissional e aqueles propagados dentro da empresa, ou seja, a cultura organizacional. A sinergia é estabelecida e amplificada quando o candidato e a companhia compartilham das mesmas ideias e propósitos, fazendo a integração ser, além de positiva, produtiva.

Mesmo que as habilidades e os conhecimentos do candidato sejam excelentes, se o seu Fit Cultural for muito diferente da empresa ele não conseguirá seguir e se moldar às suas políticas e hábitos. Nesse sentido, para que haja um processo de recrutamento e seleção mais assertivo do candidato, o gestor de RH ou recrutador precisa saber claramente o que está buscando, quais critérios de inclusão e exclusão, e os indicadores que serão usados para classificar um candidato como apto à vaga requerida.

Como reter talentos através do Fit Cultural com os candidatos

A contratação de um novo empregado tem alguns estágios além do recrutamento e da seleção. A integração e a permanência do novo contratado na empresa também fazem parte do processo de contratação, tornando-se, naturalmente, preocupações do RH. A ruptura na visão global do processo, tornando-a simplória e desconsiderando a interação do contratado com a empresa e seus componentes após a sua admissão, pode influenciar muito na retenção de talentos, uma vez que a gestão passará a ser conduzida por outra área específica. A proximidade do RH após a contratação, com o gestor e com o novo colaborador, é essencial para garantir a efetividade da contratação, ou mesmo identificar falhas que poderão ser corrigidas futuramente sem que haja a perda da funcionalidade de algum cargo. Investigar o Fit Cultural garantirá a eliminação de possíveis desgastes, tanto para a empresa quanto para os profissionais. Finalizar uma contratação sem ter certeza desse alinhamento poderá gerar perda de talentos e uma série de custos que poderiam ser evitados.

 A importância de uma boa sinergia de trabalho

Trabalhar em sinergia é promover a cooperação mútua entre as pessoas, em ação e esforços, em prol dos objetivos da empresa e de sua potencialidade no mercado. Isto é, todos estarem caminhando na mesma direção, com os mesmos propósitos e sabendo que os resultados serão compartilhados igualmente entre a equipe.

Sabemos que um conjunto trabalha em sinergia quando identificamos coesão de ideias, defesa de objetivos e convivência saudável entre as pessoas. Este não é um desafio fácil de ser alcançado, temos exemplos na nossa própria vida com oscilações de interesse em diferentes situações. Alcançar a sinergia é tarefa árdua, mas mantê-la pode ser ainda mais desafiadora.

A integração entre os empregados servirá para alinhar metas e objetivos, e sua composição baseia-se nos seguintes pontos:

  • Comprometimento.
  • Cooperação.
  • Lealdade.
  • Respeito.
  • União.

Os benefícios são diversos, porém, podem ser destacados: tarefas executadas com maior comprometimento, aumento do entendimento entre os empregados, descoberta de novas habilidades e melhores resultados para a empresa como um todo.

Como medir a cultura do candidato

A intenção da avaliação é entender como é a cultura do candidato, isto é, o que o motiva, o que ele prioriza na vida, como busca conhecimento e quais assuntos o interessa.

A resposta não é obtida somente através de testes de lógica ou conhecimentos gerais. É preciso questionar a respeito do interesse pela vaga, quais meios utiliza para se informar, se pretende aprimorar os estudos (e se sim, de que forma), saber o que o levaria a pedir demissão, como é sua relação interpessoal, quais situações de dificuldade teve com equipes anteriores e como resolveu, quem admira como profissional e pessoa, qual seu maior sonho, entre outras.

Além disso, avaliar as soft skills também ajudará a compor o perfil do candidato para identificar a sua aderência à cultura da empresa, de modo que seja encontrado o Fit Cultural e, com ele, a sinergia de trabalho. A seguir, são destacados alguns exemplos:

  • Atitude positiva. 
  • Autoconfiança.
  • Comunicação.
  • Confiança.
  • Ética. 
  • Flexibilidade. 
  • Liderança.
  • Motivação.
  • Organização. 
  • Orientação para resultados.
  • Trabalho em equipe. 

 Resultados esperados com o Fit Cultural do candidato

Com um bom planejamento e execução, o Fit Cultural pode trazer resultados logo no primeiro estágio da seleção e recrutamento, com a filtragem dos candidatos. No decorrer do processo, haverão as validações do processo para certificar de que se trata do “candidato ideal”.

Ao acertar o Fit Cultural do contratado, a integração acontece de maneira natural, sendo muito mais fácil alcançar os resultados esperados e, desse modo, conquistar a permanência do novo contratado como parte da equipe. Isso acontece devido à aplicação do processo ocorrer desde o início, o que reduz significativamente as chances de trazer para a equipe um profissional distante da cultura da empresa e/ou com skills ausentes. O Fit Cultural permite que o novo empregado desempenhe confortavelmente suas funções no ambiente, com ritmo de trabalho ajustado ao da equipe e com resultados positivos já nos primeiros dias. Assim, há a garantia de assertividade na contratação, retenção de talentos, manutenção da sinergia da equipe e consolidação da posição estratégica do RH na empresa.